Instituto Butantan reinaugura em SP exposição sobre epidemias mundiais

O Instituto Butantan reinaugurou no Museu de Microbiologia, em São Paulo, a exposição “Grandes Epidemias”, que já esteve na capital em 2010 e aborda cinco doenças que se espalharam pelo mundo: peste negra, gripe, Aids, meningite e varíola.

Além de painéis com imagens e textos, há vídeos curtos sobre a história de cada um desses problemas infecciosos, que já mataram milhões de pessoas ao redor do planeta.

O objetivo do Butantan é alertar o público sobre o perigo dessas epidemias, como a gripe espanhola, que dizimou cerca de 40 milhões de indivíduos entre 1918 e 1919, após a Primeira Guerra.

Segundo a diretora do museu, Viviane Gonçalves, fatores como o desmatamento trouxeram vetores de doenças para as cidades, e o uso indiscriminado de antibióticos criou bactérias resistentes. Hoje em dia, epidemias novas, como a da gripe suína (H1N1), podem se alastrar com grande rapidez, em decorrência da facilidade de deslocamento entre os países.

A exposição é gratuita, funciona de terça a domingo, das 10h às 16h, e vai ficar em cartaz por um ano. A entrada para ver o restante do museu custa R$ 6, e estudantes com carteirinha pagam R$ 2,50. A entrada ao museu é livre para crianças até 7 anos, idosos acima de 60 e pessoas com deficiência. O Butantan fica na Avenida Vital Brasil, 1.500, bairro Butantã, Zona Oeste da capital paulista. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,