Indonésia cria o maior santuário do mundo de arraias gigantes

A Indonésia inaugurou nesta sexta-feira o maior santuário do mundo de arraias-jamantas, destinado a proteger esta espécie vítima da exploração pesqueira e para promover o turismo ecológico no arquipélago.

A nova legislação protege dessas arraias em todo litoral da Indonésia, o maior país do sudeste da Ásia, outrora paraíso dos pescadores de arraias e tubarões.

Equador, Filipinas, Nova Zelândia e México também adotaram medidas de conservação similares.

A nova reserva abrange 6 milhões de metros quadrados em torno do litoral indonésio, composto de 17.000 ilhas.

Um estudo recente mostrou que apenas um exemplar desse tipo de arraia gera um milhão de dólares em rendas provenientes do turismo, enquanto que um exemplar sacrificado vale apenas entre 40 e 500 dólares, indicou a organização de defesa dos animais Conservation International.

A população de arraias-jamantas, que podem chegar aos 7,5 metros envergadura, diminui vertiginosamente por causa de seu consumo na China, onde suas brânquias são utilizadas na medicina tradicional.

As duas espécies de arraia-jamanta (Manta alfredi e Manta birostris) fazem parte da lista vermelha de espécies vulneráveis da União Internacional para a Conservação da Natureza. (Fonte: Terra)