Belgas recebem dois pandas gigantes chineses com honras de chefes de Estado

Os dois pandas gigantes, emprestados pela China à Bélgica, que chegaram neste domingo (23) a Bruxelas tiveram uma recepção digna de chefes de Estado, antes de iniciarem uma viagem ao zoológico que será seu lar pelos próximos 15 anos, constatou um jornalista da AFP.

O primeiro-ministro belga, Elio Di Rupo, recebeu Hao Hao (“Amável”), uma fêmea de quatro anos, e Xing Hui (“Estrela resplandecente”), um macho da mesma idade, na pista do aeroporto da capital.

A chegada dos ursos entusiasmou a Bélgica e faz parte da chamada “diplomacia do panda” chinesa, que escolhe os países que receberão os animais.

Os dois chegaram às 11h00 GMT (08h00 de Brasília). Cerca de cem jornalistas e de quarenta crianças acompanharam a transferência dos pandas para um caminhão que os levaria até Pairi Daiza, um parque privado localizado em Bungellete, a cerca de 60 km de Bruxelas.

As visitas a Hao e Xing Hui começarão em abril ou maio, depois de um período de quarentena e de adaptação.

O parque Pairi Daiza investiu cerca de 10 milhões de euros para adaptar um espaço com um lago artificial, grutas e uma plantação de bambu.

Os pandas gigantes são uma espécie em risco de extinção. Atualmente, 1.600 exemplares vivem em estado selvagem na China e outros 300, em cativeiro em todo do mundo. (Fonte: Terra)