Russa tenta traficar 50 filhotes de tartaruga de Madagascar

Uma russa de 23 anos tentou retirar 50 filhotes de tartaruga ilegalmente de Madagascar, nesta terça-feira, disse à AFP uma fonte do serviço de Aduana do aeroporto internacional de Antananarivo, capital do país.

“Trata-se de uma mulher russa, nascida em 1991 e que levava 50 filhotes de tartaruga em suas malas”, disse o agente consultado pela AFP, que pediu para não ser identificado.

“Segundo seu cartão de embarque, ela faria escala primeiro em Johannesburgo e, depois, em Abu Dhabi, antes de chegar a Moscou”, afirmou.

“Os agentes descobriram os filhotes de tartaruga envolvidos em papel, dentro de uma maleta marrom com artigos artesanais malgaxes”, acrescentou.

Em Madagascar, as tartarugas são uma espécie protegida, mas os animais continuam sendo caçados ilegalmente. O tráfico pode levar ao seu desaparecimento em menos de 50 anos, segundo a organização ambientalista WWF. (Fonte: Terra)