Zoo argentino permite ‘cafuné’ em tigres e leões

Um zoológico de Buenos Aires está fazendo com que temidos animais selvagens possam interagir com visitantes como se fossem bichos domésticos.

O público que vai ao zoológico Lujan pode acariciar os animais e alimentar leões, tigres e ursos.

Segundo Jorge Alberto Semino, proprietário do zoo, o sistema para domesticar os animais leva até três anos e consiste em criar os animais em cativeiro ao lado de cães, para que eles possam, supostamente, superar seus instintos selvagens.

Especialistas e representantes de entidades de proteção de animais afirmam que a prática envolve riscos diversos, como a possibilidade de propagação de doenças entre humanos e os animais e a chance de que os animais venham a atacar os visitantes. (Fonte: G1)