Mais de 30 mil renas morreram de fome no norte da Rússia

Mais de 30 mil renas domésticas morreram de fome em Yamalia-Nenets no norte da Rússia, informou na sexta-feira o escritório de imprensa do governo dessa região autônoma.

A morte em massa de renas se deveu à intensas nevascas que caíram na região e à camada de gelo que impediram os animais de pastar.

“Agora as temperaturas estão acima de zero grau centígrado e as renas podem ter acesso ao alimento. A mortandade parou”, disse à agência “Interfax” um porta-voz do Executivo local.

As autoridades locais destacaram que as ações dos pastores, que não deslocaram os animais frágeis para pastos afastadas e lhes deram ração mineral, ajudaram a estabilizar a situação.

Em Yamalia-Nenets pastam quase 700 mil renas domésticas, que representam 53% do total na Rússia e 35% do total mundial.

Mais da metade do território da região autônoma, com uma superfície de 769.250 quilômetros quadrados e apenas meio milhão de habitantes, fica dentro do círculo polar ártico. (Fonte: Terra)