Espécie rara de peixe ornamental se reproduz em cativeiro no Pará

Filhotes de Acari Zebra nasceram em cativeiro neste mês de julho no laboratório ambiental da Norte Energia, que fica em Vitória do Xingu, sudeste do Pará. Os animais da espécie Hypancistrus zebra habitam águas rasas da região do Xingu e, de acordo com o Instituto Chico Mendes, a espécie é vulnerável à extinção: os peixes são ameaçados pela destruição do habitat provocada pelo garimpo e desmatamento, além da captura indiscriminada pela sua beleza, já que a espécie é considerada ornamental.

Segundo a Norte Energia, 14 filhotes nasceram no Centro de Estudos Ambientais da Empresa. De acordo com o gerente Laurenz Pinder, esta é a primeira vez que a espécie se reproduz em cativeiro. “O sucesso do projeto assegura a conservação do patrimônio genético deste peixe e cria novas possibilidades para a reprodução em cativeiro de outras espécies de Acari”, explica.

O trabalho de preservação das espécies do rio faz parte do Projeto Básico Ambiental da Norte, e é um pré-requisito para a concessão da licença de instalação do principal projeto da empresa no Pará: a Usina Hidrelétrica Belo Monte. A pesquisa científica realizada com animais marinhos e a reprodução de espécies nativas são, de acordo com o Ministério Público Federal, uma forma obrigatória de diminuir o impacto ambiental da construção da usina. (Fonte: G1)