Islândia rebaixa nível de alerta por vulcão

As autoridades islandesas rebaixaram no domingo de “vermelho” a “laranja” o nível de alerta para a aviação sobre o vulcão Bardarbunga, após comprovar que a última erupção detectada na zona não está gerando cinzas.

O Escritório Meteorológica da Islândia (IMO) informou sobre a mudança no nível de alerta após ter melhorado a visibilidade na zona, complicada antes pelo mau tempo.

Segundo os últimos dados divulgados pela IMO, a erupção começou na madrugada em uma fissura de cerca de 1,5 quilômetros situada ao norte da geleira Vatnajökull, sob a qual se encontra o vulcão.

Trata-se da mesma fissura na qual foi registrada uma erupção na sexta-feira e, embora nesta ocasião tenha sido registrados menos terremotos que então, está expulsando mais lava.

Às 7h local o rio de lava alcançava um quilômetro de largura, três de comprimento e uma grossura de vários metros, e se dirigia ao nordeste, com um fluxo de cerca de mil metros cúbicos por segundo; as emanações de gás se elevam poucas centenas de metros acima da fissura.

Dos 500 tremores detectados, o de maior magnitude, de 3,8 graus de magnitude na escala Richter, aconteceu na caldeira do Bardarbunga.

Na sexta-feira passada foi detectada outra erupção na zona que também levou a elevar a “vermelho” o nível de alerta para a aviação, embora, da mesma forma que hoje, passadas algumas horas as autoridades o rebaixaram para “laranja” por não haver cinzas.

O Bardarbunga é um dos vulcões de maior tamanho da Islândia e não entrava em erupção há mais de um século.

A erupção de outro vulcão islandês, o Eyjafjallajökull, paralisou o tráfego aéreo europeu durante várias semanas em 2010 por conta da nuvem de cinza que se estendeu por todo o continente. (Fonte: Exame.com)