Amazônia perdeu 5.891 km² de área entre 2012 e 2013, atualiza Inpe

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o Inpe, divulgou nesta quarta-feira (10) a atualização da taxa de desmatamento da Amazônia Legal entre agosto de 2012 e julho de 2013, que, segundo o órgão, foi de 5.891 km². Na divulgação parcial do índice, que ocorreu em novembro do ano passado, o total anunciado havia sido menor: 5.843 km².

O número, obtido pelo sistema Prodes (Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite), é utilizado pelo governo federal para conter a devastação do bioma.

O total é 28% maior que o registrado no período de agosto de 2011 a julho de 2012. Apesar de ter crescido, a taxa de 2013 foi considerada a segunda mais baixa da história. O recorde foi em 2012, quando foi registrado desmatamento de 4.571 km².

Os dados do Prodes representam o índice oficial de desmatamento do governo federal e avaliam os meses que integram o chamado “calendário do desmatamento”, relacionado com as chuvas e atividades agrícolas
O mecanismo do Inpe analisa a degradação da floresta nos estados que possuem vegetação amazônica (todos os da Região Norte, além de Mato Grosso e parte do Maranhão). (Fonte: G1)