Cidade marroquina proíbe oliveiras devido a alergias ao pólen

A cidade de Uchda, nordeste do Marrocos, decidiu proibir as oliveiras devido às alergias provocadas pelo pólen e deu um prazo até o final do ano para que todas as plantações sejam eliminadas.

As autoridades ordenaram que sejam arrancadas milhares de oliveiras, particulares ou em parques públicos, dentro do período desta cidade de 500 mil habitantes, informou a agência de notícias MAP.

Na primavera, o pólen da oliveira se torna uma das principais causas de alergia respiratória sazonal, segundo o prefeito de Uchda, Omar Hijra, farmacêutico de profissão, acrescentando que a medida contra com a aprovação de boa parte dos habitantes.

As oliveiras representam 90% das árvores plantadas na cidade. As árvores arrancadas devem ser replantadas fora do perímetro da cidade, segundo ainda o decreto. (Fonte: G1)