Fogo já destruiu 2.830 hectares em Petrópolis/ RJ, segundo bombeiros

As queimadas continuam castigando a vegetação em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. No início da noite desta quinta-feira (16), o coronel Fábio Meireles, do Corpo de Bombeiros, divulgou que 2.830 hectares já foram devastados pelos vários focos de incêndio no município. Também segundo o coronel, 150 homens trabalharam durante todo o dia no combate às chamas e o governo do estado colocou 600 homens da corporação à disposição da cidade, caso seja necessário. Os trabalhos serão mantidos pelos bombeiros durante toda a noite desta quinta (16) e madrugada de sexta-feira (17), nas regiões de Secretário, Araras e Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

Três helicópteros atuam em várias áreas nesta manhã. Dois no combate com lançamento de água e outro fazendo o mapeamento dos pontos atingidos. Segundo os bombeiros, a situação continua crítica no Parque Nacional Serra dos Órgãos (Paranaso), onde o fogo já consumiu 600 hectares de Mata Atlântica.

O governador Luiz Fernando Pezão e o secretário de Estado de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Sérgio Simões, fizeram nesta quinta-feira um sobrevoo de reconhecimento na região.

Fogo avança rápido – A mobilização das equipes dos bombeiros começou no dia 8 de outubro (quarta-feira passada) em diversos pontos de Petrópolis. Os esforços eram para tentar evitar que o fogo se alastrasse para áreas de proteção ambiental, mas as chamas avançaram atingindo a Reserva Biológica de Araras e o Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Parnaso), afetando diversas espécies. Na quarta-feira (15), 164 homens do Corpo de Bombeiros tiveram o suporte de quatro aeronaves. Os helicópteros fizeram 50 lançamentos que somaram 25 mil litros de água. Segundo o subcomandante dos bombeiros na área serrana, Vitor Leite, as equipes trabalharam em 13 focos, principalmente, no Calembe e em Barra Mansa, onde as chamas chegaram bem perto das casas. Nesta quinta-feira as localidade de Secretário, que fica no 4º distrito, e Barra Mansa, localizada no Km 47 da BR-040, receberam atenção especial dos bombeiros. (Fonte: G1)