Foguete de carga da Nasa explode segundos após lançamento

O foguete Antares, da empresa Orbital Sciences, contratada pela Nasa para levar suprimentos para a Estação Espacial Internacional (ISS), explodiu nesta terça-feira (28), segundos após seu lançamento. O veículo não era tripulado. De acordo com a Nasa, não houve feridos.

O lançamento ocorreu a partir da Instalação de Voo Wallops, da Nasa, que fica no estado da Virgínia. O foguete Antares estava levando a nave de carga Cygnus, que entregaria suprimentos para a Estação Espacial Internacional (ISS).

A causa do acidente ainda não é conhecida até o momento, de acordo com Dan Huot, da Nasa. Ele confirmou que não há registros de funcionários na área da explosão.

O foguete, que tinha a altura de um prédio de 14 andares, foi construído e lançado pela empresa Orbital Sciences e estava previsto para ser lançado às 20h22 (horário de Brasília). Ele explodiu segundos após o lançamento. “Houve muito trabalho duro até chegarmos a esse ponto”, disse o vice-presidente da Orbital Sciences, Frank Cullbertson, antes do lançamento.

A Orbital Sciences afirmou que houve uma “anomalia” no veículo e que está avaliando a situação. A empresa é uma das duas companhias contratadas pela Nasa para enviar carga para a ISS depois que os ônibus espaciais da agência foram desativados. O voo planejado para esta terça-feira seria o terceiro de um total de oito voos que a companhia faria para a Nasa, por um contrato de US$ 1,9 bilhão.

Equipado com um motor mais potente, o foguete Antares lançado nesta terça-feira levava a nave Cygnus, carregada com 2.293 quilos de suprimentos, experimentos científicos e equipamentos, um aumento de 15% sobre a carga levada em missões anteriores.

O lançamento tinha sido adiado por um dia, depois de um navio cruzar uma zona restrita de segurança sob a trajetória do foguete.

A segunda empresa contratada pela Nasa é a Space Exploration Technologies, ou SpaceX, que se prepara atualmente para seu quarto voo de um contrato de US$ 1,6 bilhão com a agência espacial americana. (Fonte: G1)