Golfinho é atingido por flecha no Golfo do México; mortes violentas crescem

Um golfinho foi morto por uma flecha de caça no norte do Golfo do México. Esta é a segunda morte violenta do animal protegido nas últimas semanas, segundo autoridades federais dos Estados Unidos divulgaram nesta segunda-feira (8).

O golfinho, com a flecha atravessada em sua lateral, encalhou em Orange Beach, no estado do Alabama, neste fim de semana, de acordo com a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (Noaa) dos EUA, cujos agentes estão investigando a ocorrência.

Resultados preliminares da necrópsia indicam que o golfinho pode ter sobrevivido com a flecha por pelo menos cinco dias antes de morrer de uma infecção provocada pelo ferimento, segundo a Noaa.

A agência também está investigando a morte de uma fêmea de golfinho-nariz-de-garrafa, encontrada no mês passado em Miramar Beach, no estado da Flórida, depois de ser atingida no pulmão. O golfinho estava a apenas algumas semanas de dar à luz.

Autoridades estão buscando informações adicionais sobre os dois casos. Machucar, perturbar ou alimentar um golfinho selvagem é proibido, de acordo com o Ato de Proteção dos Mamíferos Marinhos de 1972 dos EUA.

Oficiais do Noaa dizem haver um aumento nas mortes violentas de golfinhos no norte do Golfo do México, com pelo menos 17 golfinhos encalhados em águas rasas com ferimentos de tiros desde 2002. A maioria dessas mortes ocorreram nos últimos quatro anos.

As pessoas podem ajudar a proteger os golfinhos abstendo-se de alimentá-los, o que os estimula a se aproximar de situações perigosas. (Fonte: G1)