França e Peru buscam acordo ambicioso sobre mudança climática em 2015

França e Peru demonstraram nesta segunda-feira (29) intenção de que sejam alcançados “acordos ambiciosos” com relação à mudança climática na cúpula de Paris, em dezembro de 2015, sobre as bases dos resultados obtidos na realizada em Lima neste mês.

O ministro francês das Relações Exteriores, Laurent Fabius, e o de Ambiente do Peru, Manuel Pulgar, assinalaram em comunicado conjunto que vão dedicar “todos (seus) esforços” para conseguir esse compromisso no próximo ano com o objetivo de “limitar o aumento das temperaturas em dois graus” centígrados.

Os respectivos presidentes da próxima cúpula da ONU sobre a mudança climática de Paris (COP21) e da organizada em Lima de 1 a 12 de dezembro (COP20) mostraram que “já foram estabelecidas a realidade científica do desajuste climático e a gravidade de suas consequências”.

“Há meios de ação e são conhecidos. Os benefícios esperados dessa ação mundial estão claros. Agora é preciso que a vontade política seja suficientemente forte para que cada país se comprometa de modo que, sobre a base dos resultados obtidos em Lima em dezembro de 2014, se encontre um acordo ambicioso em Paris em dezembro de 2015”, acrescentaram.

A França tomou o bastão do Peru na organização da cúpula da ONU sobre a mudança climática após o fim da reunião de Lima, cuja meta era preparar o terreno para que em Paris seja aprovado um acordo que substitua em 2020 o Protocolo de Kyoto, que obriga a redução de emissões por parte dos países desenvolvidos.

O texto adotado em Lima estabelece que todos os países têm que apresentar compromissos de redução de gases estufa que devem ser acompanhados de informações detalhadas das ações que vão desenvolver para que essa diminuição de emissões seja cumprida.

O documento também ressalta o financiamento necessário para a adaptação dos países em desenvolvimento à mudança climática. (Fonte: Terra)