Greenpeace adverte Obama sobre poluição do ar que respirará em Nova Délhi

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, respirará em Nova Délhi um ar nove vezes mais poluído que o admissível segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), alertou no sábado o Greenpeace.

Obama chegou neste domingo (25) à capital indiana e um dos principais atos dos quais participará será um desfile militar previsto para segunda-feira, “no qual estará muito tempo ao ar livre, em um ar tóxico”, disse à Agência Efe uma porta-voz da organização ambientalista, Aishwarya Madineni.

O Greenpeace instalou medidores de poluição atmosférica nos lugares que o líder americano visitará, que revelaram níveis de poluição nove vezes superiores aos admissíveis segundo a OMS e seis vezes acima dos padrões dos Estados Unidos.

“O ar está inclusive três vezes mais poluído que o permitido nos padrões da própria Índia”, afirmou Madineni.

Os Estados Unidos e Índia figuram entre os países mais poluentes do mundo e a agenda da visita inclui o impulso de energias limpas por ambas as partes.

Os níveis de poluição em Nova Délhi são duas vezes e meia superiores aos de Pequim, uma das capitais com pior reputação em qualidade do ar.

Um dos primeiros lugares que visitará o presidente dos Estados Unidos, que viaja acompanhado de sua esposa Michelle, será o memorial de Mahatma Gandhi, onde os medidores desta organização detectaram níveis de partículas poluentes no ar “insanos e perigosos”.

A ecologista ressaltou que respirar diariamente nestas condições representa “um alto risco de contrair doenças respiratórias e cardiovasculares, entre elas vários tipos de câncer”.

A área urbana de Nova Délhi e suas cidades satélite é uma das maiores metrópoles do mundo, com cerca de 20 milhões de habitantes, que apesar de contar com amplas zonas verdes não são suficientes para absorver o pó, as emissões industriais e nem as procedentes do tráfego, principais fatores poluentes.

A Corte Suprema da capital pediu recentemente ao governo medidas mais efetivas para reduzir a poluição, perante o risco especialmente para as crianças.

Barack Obama será o primeiro chefe de Estado dos EUA convidado ao desfile do Dia da República, em meio de a medidas de segurança extremas, já que estará em espaços abertos mais do que costuma ser habitual em seus atos.

Obama será também o primeiro presidente americano em comparecer em duas ocasiões a Índia, onde já esteve em 2010. (Fonte: Terra)