Autoridades investigam templo na Tailândia por possível abuso de tigres

Autoridades do departamento de proteção à vida selvagem da Tailândia fizeram uma inspeção em um templo budista famoso por manter mais de 100 tigres aparentemente domesticados em sua propriedade.

O chamado “Templo dos Tigres”, que funciona quase como um zoológico que permite que os visitantes interajam com os tigres, tinha sido acusado de drogar os animais para mantê-los calmos. Os monges e o veterinário que cuida das feras negam a prática.

Durante a inspeção, a única irregularidade encontrada foi a manutenção ilegal de algumas espécies raras de ave, que foram confiscadas.

“Os tigres estão vivendo em condições saudáveis. Todos estão sendo cuidados”, disse Cherdchai Jariyapanya, diretor do escritório regional do Departamento de Parques Nacionais, Vida Selvagem e Conservação de Plantas.

O templo, que fica na província de Kanchanaburi, começou a criar tigres quando concordou em tomar conta de sete tigres-de-bengala apreendidos em 2001. Agora, o local tem 143 tigres e filhotes.

Templos são santuários tradicionais para cachorros de rua, mas a presença de tigres chama a atenção, especialmente quando fotos mostram monges brincando com os animais, no que se tornou um espetáculo para os visitantes. (Fonte: G1)