População de pandas gigantes aumenta na China

De acordo com este estudo realizado pela Autoridade de Gestão das Florestas, 1.864 pandas gigantes viviam na China em estado selvagem em 2013, 268 a mais, o que significa um crescimento de 16,9%, explicou no sábado a agência Xinhua.

Os esforços de conservação realizados nos últimos anos explicam o aumento do número de ursos panda em liberdade. Além disso, seu habitat também cresceu 11,8%, a 2,58 milhões de hectares.

A China contava no fim de 2013 com 375 pandas gigantes em cativeiro, 166 machos e 209 fêmeas.

Pequim realiza a “diplomacia do panda” com certo sucesso, já que estes animais frequentemente se convertem nas estrelas dos zoológicos dos países que os recebem. Em junho de 2014, 42 pandas viviam em 12 países, segundo o estudo.

Os pandas selvagens vivem sobretudo nas montanhas do sudoeste da China. Este grande mamífero que possui uma herança genética próxima ao dos ursos come exclusivamente bambu, pesa uma centena de quilos, em média, e chega a medir 1,80 m. Sua particularidade é que tem seis dedos.

O Fundo Mundial para a Natureza (WWF), que o adotou como seu animal emblemático, comemorou este crescimento.

‘O aumento da população de pandas gigantes selvagens é uma vitória para a política de proteção do ambiente que sem dúvida deve ser comemorada’, disse em um comunicado Ginette Hemley, uma funcionária da associação.

“Este aumento confirma o compromisso do governo chinês, adotado há 30 anos, de proteger os pandas gigantes selvagens”, acrescentou.

A taxa de reprodução destes animais é muito baixa, enquanto a perda de seu habitat também representava uma ameaça. (Fonte: G1)