Serra Leoa ordena confinamento nacional de três dias contra ebola

O presidente de Serra Leoa, Ernest Koroma, ordenou neste sábado (21) o confinamento da população em suas casas entre 27 e 29 de março para combater a epidemia de ebola, em mensagem à nação.

“Todos os serra-leoneses deverão ficar em casa durante três dias, de 27 a 29 de março”, indicou o presidente. Na quinta-feira, as autoridades do país tinham anunciado a mesma medida, mas apenas para a capital, Freetown, e algumas regiões do norte do país.

Libéria volta a ter caso – Nesta sexta-feira (20), a Libéria tinha anunciado um novo caso de ebola em Monróvia, o primeiro registro em um mês no país, onde a epidemia recuou claramente.

“Uma mulher teve exame positivo para o vírus ebola. É um novo caso depois de 27 dias sem que algum fosse registrado”, declarou na noite de sexta-feira à AFP o porta-voz governamental, Lewis Brown.

A mulher seria esposa de um paciente curado de ebola e teria contraído o vírus após manter relações sexuais, segundo uma fonte ligada ao caso que pediu para não ser identificada.

A Libéria, um dos três países mais afetados pelo ebola, com mais de 4 mil óbitos, está a caminho de vencer a epidemia e pretendia anunciar sua erradicação em meados de abril. Os outros dois países são Guiné e Serra Leoa.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o último caso de ebola na Libéria antes deste remontava a 19 de fevereiro.

A OMS anunciou na quarta-feira que desde dezembro de 2013 um total de 10.200 pessoas morreram na atual epidemia de ebola. (Fonte: G1)