Projeto associa conservação de polinizadores à sustentabilidade

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) realiza até esta terça-feira (31), em Brasília, o seminário “Projeto GEF Polinizadores Biodiversidade e Agricultura”. O objetivo do evento é divulgar os resultados da iniciativa, compartilhar as lições aprendidas e discutir as políticas que precisam ser fortalecidas para promover a conservação e o uso sustentável dos polinizadores.

Participam do seminário, organizado pela Secretaria de Biodiversidade e Florestas (SBF) do MMA, o secretário-executivo da Conservação sobre Diversidade Biológica (CDB), Bráulio Dias; a representante do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) no Brasil, Denise Hamu; o secretário substituto da SBF, Sérgio Collaço; além de pesquisadores, técnicos, produtores, tomadores de decisão, formadores de opinião e representantes de institutos de pesquisa e de universidades. A abertura será nesta segunda-feira, às 8h30. O evento ocorre nos dias 30 e 31 de março, durante todo o dia.

Diagnóstico - Pesquisa de opinião para medir o grau de conhecimento das pessoas sobre a importância dos polinizadores será patrocinada pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio). O fundo é a agência de execução financeira do projeto, vinculado ao MMA e responsável pela contratação da pesquisa de opinião.

O Projeto Global GEF/PNUMA/FAO “Conservação e Manejo de Polinizadores para uma Agricultura Sustentável através da Abordagem Ecossistêmica” começou a ser executado em 2010 e termina no final do ano. Visa melhorar a segurança alimentar e nutricional e os modos de vida, por meio da conservação e do uso sustentável dos polinizadores.

Foi implantado em sete países: Brasil, África do Sul, Gana, Índia, Nepal, Paquistão e Quênia. No Brasil, muitas atividades foram apoiadas e implantadas pelo Projeto, com destaque para os estudos em áreas de cultivo de algodão, caju, canola, castanha-do-brasil, maçã, melão e tomate. (Fonte: MMA)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags