Onda de calor na Índia deixa mais de 2.200 mortos

A onda de calor intenso que atinge a Índia há semanas já matou mais de 2.200 pessoas – anunciaram as autoridades locais neste domingo (31), enquanto chuvas esparsas dão um ligeiro alívio para a população.

As tempestades de domingo atingiram os estados de Andhra Pradesh e Telangana, no sul do país, e a capital, Nova Délhi, as áreas mais afetadas pela onda de calor.

Mas a trégua deve ser muito breve porque temperaturas próximas a 45ºC são esperadas nos próximos dias nas áreas mais afetadas no sul, oeste e norte da Índia, disseram as mesmas fontes.

“1.636 pessoas morreram no estado de Andhra”, declarou à AFP Tulsi Rani, um oficial sênior da unidade de gestão de desastres.

No estado vizinho de Telangana 541 pessoas morreram por causa da onda de calor, informou outro funcionário.

Centenas de pessoas, especialmente entre os pobres, morrem a cada verão por causa do calor na Índia.
Este ano é apresentado como o segundo mais mortífero na história do país e o quinto pior em todo o mundo, de acordo com dados do EM-DAT, um banco de dados internacional sobre as catástrofes naturais.

Em 1998, 2.451 pessoas morreram na onda de calor mais mortal na história do país, segundo dados do EM-DAT.

Em Andhra Pradesh e Telangana, o governo lançou campanhas de educação pública para informar os mais vulneráveis e ajudá-los a lidar com o calor.

Na Índia é decretado que há uma onda de calor quando a temperatura máxima chega aos 45ºC ou quando ela é mais de 5ºC superior à temperatura média dos anos precedentes.

As moções ainda devem demorar várias semanas a chegar nas áridas regiões do norte. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,