COP21: Brasil é o primeiro país a colocar informações na central sobre florestas

O Brasil foi o primeiro país a disponibilizar dados no Lima REDD+ Information Hub, lançado na quinta-feira (3) pelo secretariado da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, na 21ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP 21) da convenção, em Paris. A central de informações reunirá as ações verificadas que foram implementadas voluntariamente pelos países em desenvolvimento para reduzir as emissões provenientes do desmatamento e degradação florestal, conhecidas como REDD+.

Segundo o secretariado, a REDD+ Web Plataform também foi melhorada para servir como um balcão de informações, experiências e lições aprendidas sobre REDD+, partilhados pelas países signatários, organizações e outras partes interessadas.

“As florestas desempenham um papel crucial na obtenção de um futuro sustentável. Para aumentar a ação climática pré-2020, que muda a curva de emissões nesta década e coloca o mundo em curso de uma economia global de baixo carbono na segunda metade do século, as estratégias de uso da terra que protejam os recursos florestais são muitas vezes uma excelente opção com grande potencial para ajudar a atingir essas metas”, informou o secretariado.

As informações disponibilizadas pelo Brasil podem ser acessadas no Lima REDD+ Information Hub. (Fonte: Agência Brasil)