EUA dobrarão até 2020 ajuda pública a países mais vulneráveis ao clima

O secretário de Estado americano, John Kerry, anunciou nesta quarta-feira em Paris que os Estados Unidos dobrarão até 2020 a ajuda pública que concedem aos países em desenvolvimento para que iniciem políticas de adaptação à mudança climática.

Durante um discurso na Cúpula do Clima (COP21), onde os países buscam conseguir chegar até sexta-feira a um acordo de redução das emissões dos gases do efeito estufa, Kerry ressaltou que os EUA destinarão 2,5 bilhões de euros anuais ao financiamento climático.

Dessa verba, “mais de 400 milhões” são subvenções concedidas a países em desenvolvimento para iniciativas de adaptação à mudança climática, explicou o chefe da diplomacia americana, que reconheceu que “é necessário mais”.

“Por isso, me alegro de anunciar hoje que os EUA se comprometeram a dobrar seus investimentos públicos com subvenções à adaptação climática para 2020″, disse Kerry em referência aos mais de 400 milhões.

Esta ajuda a países em desenvolvimento, que será distribuída através de “canais multilaterais e bilaterais” serve para reduzir os “riscos climáticos em áreas essenciais, como a infraestrutura, a agricultura, a saúde e os serviços de acesso à água”, comunicou a Secretaria de Estado.

“Estamos preparados para fazer nossa parte, e estamos agindo para ajudar os países mais vulneráveis a enfrentar a tempestade”, disse Kerry.

O anúncio faz parte dos esforços que os países em desenvolvimento se comprometeram a assumir na cúpula de Copenhague de 2009, para mobilizar de maneira conjunta US$ 100 bilhões a cada ano a partir de 2020 para a luta contra a mudança climática.

A 21ª Conferência das Partes (COP21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, que conta com a participação de mais de 150 países, termina na sexta-feira, dia 11. (Fonte: Terra)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5