Filhotes de tartaruga são libertados em rio entre Brasil e Bolívia

As autoridades da Bolívia começaram nesta quarta-feira um processo de libertação de 100 mil filhotes de tartarugas no rio Iténez, que fica na fronteira com o Brasil, depois que os mesmos foram protegidos dos predadores como parte de um programa para aumentar a população de quelônios na Amazônia.

O presidente da Bolívia, Evo Morales, a ministra do Meio Ambiente boliviana, Alexandra Moreira, e funcionários brasileiros que trabalham em projetos similares participaram da libertação das tartarugas na cidade boliviana de Versalles.

As autoridades soltaram nesta quarta-feira as primeiras 20 mil tartarugas e durante a semana continuarão com esse processo até completar o número de 100 mil.

O programa de proteção das tartarugas permitiu a libertação de dez milhões de exemplares nos últimos anos, segundo a ministra boliviana.

Morales, por sua vez, destacou que o projeto faz parte dos programas para proteger a fauna na região amazônica, uma iniciativa que envolve o Estado, o município e as populações.

Grupos de voluntários recolhem os ovos de tartaruga das praias de rios da região, cuidam da incubação nos arredores do rio Iténez e protegem os filhotes em seus primeiros meses até que desenvolvam uma carapaça suficientemente dura para se defenderem dos predadores.

O rio Iténez é uma fronteira natural e representa quase a metade dos 3.400 quilômetros da divisa entre Brasil e Bolívia. (Fonte: Terra)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5