Pequim decreta segundo alerta vermelho por poluição do ar

Pequim decretou nesta sexta-feira (18) o segundo alerta vermelho por contaminação atmosférica em duas semanas, em previsão a um novo episódio de névoa poluente na capital da China. O alerta vermelho permanecerá em vigor entre sábado e terça-feira, segundo a Agência de Proteção Ambiental de Pequim.

A agência de Meio Ambiente da cidade determinou o fechamento de fábricas e a adoção, a partir deste sábado, de um sistema de trânsito alternativo, entre outras medidas, com o objetivo de limitar o novo episódio de ’smog’ em dezembro.

Pequim decreta assim, pela segunda vez, o alerta máximo desde a adoção de um sistema de advertência por poluição em 2013, apesar de vários episódios graves de névoa poluente. Outras cidades localizadas ao redor de Pequim também elevaram seu nível de alerta para vermelho, anunciou o Instituto Nacional do Meio Ambiente em um comunicado separado.

As autoridades anunciaram o primeiro alerta vermelho em 7 de dezembro, assim como uma série de medidas preventivas, alguns dias depois de várias críticas pela inércia ante um episódio de poluição similar no início do mês. O alerta foi suspenso no dia 10 de dezembro ante a chegada de ventos frios do norte, que dispersaram o ar tóxico.

Enquanto acontecia a cúpula do clima da ONU em Paris, o alerta vermelho em Pequim expôs a gravidade da situação na China, maior emissor mundial de CO2, um dos principais gases responsáveis pelo efeito estufa.
A medida, inédita, traduz segundo muitos especialistas uma consciência por parte das autoridades sobre a importância do fenômeno a nível sanitário e a imagem da capital chinesa.

Nesta sexta-feira, o porta-voz da diplomacia chinesa, Hong Lei, disse que Pequim estava “trabalhando duro no tema” e está tomando as “medidas necessárias”.

Custo sanitário e também econômico – Além do descontentamento da população, a poluição do ar causa centenas de milhares de mortes prematuras por ano na China.

A nuvem de poluição recorrente no norte da China afeta cerca de 300 milhões de pessoas. Grande parte da culpa recai sobre as dezenas de usinas de carvão operando na velocidade máxima no inverno para alimentar sistemas de aquecimento e as fábricas.

O impacto econômico das bandeiras vermelhas é significativo, já que centenas de empresas terão de suspender suas atividades por vários dias, e algumas disseram à AFP que estão considerando deixar o país.

Nível recomendado – A densidade de partículas finas (PM 2,5), muito perigosas para a saúde e que provocam mortes prematuras, superou em várias ocasiões na semana passada a marca de 300 microgramas por metro cúbico, de acordo com os níveis de referência medidos pela embaixada americana.

O nível é muito superior ao máximo de 25 microgramas por metro cúbico para cada 24 horas recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5