Com casos suspeitos de zika, Acre cria sala de controle ao Aedes aegypti

O estado do Acre instalou uma sala de “Comando e Controle ao mosquito Aedes aegypti“, vetor da dengue, febre chikungunya e zika vírus. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOU) desta terça-feira (22) e passa a valer a partir da publicação. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado no último dia 16, o Acre possui 22 casos suspeitos de zika.

A sala vai funcionar na sede do Corpo de Bombeiros, em Rio Branco, e será presidida pelo secretário estadual de Saúde, Armando Melo, podendo ser substituído pelo secretário de Saúde municipal, Oteniel Almeida.

A publicação informa ainda que a sala poderá ser presidida na ausência de ambos por “titulares e suplentes dos diversos órgãos e entidades que dela farão parte”.

O documento explica que a medida foi tomada, dentre outros motivos, devido os “casos suspeitos de zika no estado, sendo três microcefalias relacionadas ao vírus de três parturientes que não apresentaram sintomas, provenientes dos municípios de Jordão e Feijó, bem como uma de Rondônia”.

Dentre as justificativas para a implementação da sala estão a chegada do período conhecido como “Inverno Amazônico” e “considerando que nesse mesmo período em 2015 foram confirmados 4.923 casos de dengue, com um óbito registrado no município de Cruzeiro do Sul”.

Órgãos que fazem parte da sala – Dentre os órgãos que fazem parte da sala estão o gabinete do governador; Ministério da Saúde; Secretaria de Estado de Saúde; Secretaria Municipal de Saúde; Defesa Civil Estadual; Secretaria de Segurança Pública; Secretaria de Desenvolvimento Social; Secretaria de Educação; Ministério da Defesa; Corpo de Bombeiros; Secretaria de Comunicação; Ministério Público do Acre e Secretaria de Políticas para as Mulheres. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5