Grande quantidade de peixes mortos aparece em lagoas de Maricá, no RJ

A mortandade de peixes nas lagoas de Maricá (RJ) mobiliza agentes de limpeza desde sábado (2). De acordo com o município, a ocorrência foi comunicada ao Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e a coleta de amostras da água para análise e determinação das causas foi solicitada. Equipes do município recolhem os peixes das lagoas.

Uma moradora registrou a mortandade na Lagoa da Barra de Maricá (foto ao lado) na manhã de sábado. A situação se repete também na Lagoa de Jacaroá. O Inea informou que, nesta terça-feira (5), fará uma vistoria nos locais onde a ocorrência foi constatada.

Segundo a Secretaria Municipal Adjunta de Meio Ambiente, o fenômeno normalmente está associado ao aumento da população da cidade, quando o volume de despejo ilegal de esgoto nas lagoas aumenta. O município também informou que uma das possíveis causas é o forte calor, entre outros fatores que interferem na oxigenação da água.

O Inea também apontou a redução dos níveis de oxigênio da água como provável causa da morte dos peixes. O órgão ressaltou ainda que, entre os fatores que favorecem esse fenômeno, estão as altas temperaturas da semana passada, associadas à mudança de tempo do fim de semana, que provoca a revolução do sedimento do fundo do complexo lagunar. As mudanças de temperatura afetam especialmente as lagoas rasas, como é o caso do complexo lagunar de Maricá. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5