Nº de cidades de MS em emergência por conta das chuvas sobe para 24

O número de municípios de Mato Grosso do Sul em emergência por conta das chuvas que atingem o estado desde dezembro de 2015 subiu para 24. Taquarussu, a 318 quilômetros de Campo Grande, foi o último a declarar a situação, conforme decreto publicado no Diário Oficial dos Municípios do estado desta quarta-feira (6). Vicentina, a 241 quilômetros da capital sul-mato-grossense, também fez um decreto na terça-feira (5), segundo a Defesa Civil estadual.

Para decretar a situação em Taquarussu, o prefeito Roberto Tavares Almeida (PSDB) considerou os excedentes de chuva em dezembro, que provocou a destruição de tubulações em alguns cursos de águas, além de erosões em vários locais que causaram transtornos ao trânsito em partes da área urbana e rural. Conforme laudo, no último mês do ano, houve acumulado de chuvas de 392 milímetros no município.

Segundo a publicação, várias estradas vicinais, além da MS-473, foram interrompidas por conta dos estragos nas tubulações de córregos, alagamentos e erosões, o que fez com que aproximadamente 200 famílias ficassem isoladas. A situação, inclusive, prejudicou o escoamento da produção agrícola e pecuária.

A prefeitura ainda está contabilizando os danos e prejuízos causados, visto que as chuvas continuam. Taquarussu ainda não formalizou a situação de emergência perante à Defesa Civil estadual.

Em Mato Grosso do Sul, além de Taquarussu e Vicentina, estão em emergência Tacuru, Naviraí, Itaquiraí, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Amambai, Iguatemi, Sete Quedas, Paranhos, Caarapó, Juti, Novo Horizonte do Sul, Japorã, Eldorado, Deodápolis, Mundo Novo, Bela Vista, Laguna Carapã, Jardim, Fátima do Sul, Caracol e Campo Grande. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5