Campanha recolhe óleo de fritura

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) começa em casa as boas práticas de sustentabilidade para a conservação do planeta. Na próxima sexta-feira (15/01), serão inaugurados pontos de coleta semanal de óleo usado de cozinha no MMA, para que os servidores da pasta contribuam com a reciclagem. O material será encaminhado para a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), para a fabricação de biodiesel.

“Os principais objetivos da reciclagem do óleo de cozinha são a redução da queima de combustíveis fósseis e também a redução do custo de tratamento de esgoto. São gastos 25 centavos para o tratamento de cada litro de óleo de cozinha que chega à rede de esgoto”, explica o encarregado da Gerência de Gestão Ambiental Corporativa da Caesb, Oilton Paiva.

Serão abertos pontos para recolhimento todas as sextas-feiras, durante todo o dia, na entrada da sede do MMA e da unidade do órgão na 505 Norte, em Brasília. Nesses locais, a coleta será exclusiva para servidores, que devem fazer o descarte em embalagens plásticas, bem lacradas. Mas a Caesb tem pontos para população em quase todas as regiões administrativas do DF (ver endereços abaixo).

“O Ministério do Meio Ambiente já tem experiência nesse tipo de campanha. Antes de modo voluntário, mas desde o ano passado se tornou obrigação, com o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, criado pela Portaria 315, assinada pela ministra Izabella Teixeira, em outubro”, cita Valmir Rodrigues, do Programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), do MMA.

Embora os órgãos públicos não tenham obrigação formal na Política Nacional de Resíduos Sólidos, a Portaria 315 foi publicada para que o Ministério do Meio Ambiente cumpra o compromisso previsto para os demais setores da sociedade. Valmir explica que mesmo antes da determinação, o MMA já realizava campanhas desse tipo. Há cerca de três anos, por exemplo, anualmente os servidores contribuem com a coleta de aproximadamente 200 quilos de pilhas e baterias.

Instalada na unidade da Caesb próxima ao Palácio Buriti, na área central de Brasília, a usina que usará óleo de fritura deverá produzir diariamente 1 mil litros de biodiesel. A produção está em teste e a previsão é que funcione em três meses. Mas a coleta de material está em plena atividade.

Oilton Paiva relata que a Caesb firmou um termo de cooperação com Embrapa a Agroenergia e está em estudo o plano de negócios para definição da destinação do biodiesel. “Mas, provavelmente será para abastecimento de parte da frota do Governo do Distrito Federal”, prevê o encarregado. O óleo de fritura tem diversos fins, por exemplo, a fabricação de sabão ou como desenformante, que serve para desenformar lages na construção civil. (Fonte: MMA)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5