Empresa será multada em R$ 10 mi por vazamento de gás em Guarujá/SP

O governador Geraldo Alckmin anunciou, nesta sexta-feira (22), uma multa de R$ 10 milhões que será aplicada contra a empresa Localfrio pela emissão de ‘efluentes gasosos tóxicos para a atmosfera e por riscos e danos à saúde da população’, após um vazamento de gás seguido de incêndio, no dia 14 de janeiro deste ano, em Guarujá, no litoral de São Paulo.

A empresa será notificada pela Agência Ambiental de Santos da Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental). Segundo o relatório dos técnicos da Cetesb, a ruptura de um contêiner contendo 20 toneladas do produto dicloroisocianurato de sódio dihidratado permitiu a entrada de água das chuvas que, numa reação química, causou o incêndio. O fogo que atingiu 66 contêineres.

Ainda segundo o órgão ambiental, a fumaça tóxica atingiu os moradores do bairro, que foram obrigados a deixar suas casas, além de moradores do restante de Guarujá, Santos, Cubatão e São Vicente.

Segundo o Governo do Estado de São Paulo, foram registrados 170 casos de atendimento nos centros médicos. A interrupção da travessia das balsas marítimas Santos/Guarujá e o fechamento do Porto (canal de navegação) e de estabelecimentos comerciais e industriais da região também trouxeram prejuízos à população. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5