Em oito dias de chuva, região serrana é a mais atingida no estado do Rio

A região serrana do Rio continua enfrentando problemas com a chuva que atinge o estado desde sexta-feira passada (15).

O município mais afetado na região foi Petrópolis, onde o prefeito Rubens Bomtempo decretou situação de emergência na terça-feira (19), por causa do grande número de ocorrências relacionadas à chuva. A finalidade do decreto é dar ao Poder Público rapidez na resposta às ocorrências. Assim, a prefeitura ganha agilidade nas contratações e nas requisições de máquinas e caminhões.

De sexta-feira, até quinta-feira (21), a cidade somava 790 ocorrências de deslizamentos, inundações e alagamentos registradas pelo telefone 199. Não houve vítimas ou feridos. Há 95 imóveis interditados por técnicos da Defesa Civil, por não oferecerem segurança para os moradores. São 150 famílias desalojadas – 529 pessoas, que estão na casa de parentes.

Em Teresópolis, a Defesa Civil municipal continua percorrendo os lugares onde ocorreram deslizamentos de terra para avaliação de risco. De acordo com o secretário de Defesa Civil, coronel bombeiro Roberto Silva, o município está no que se chama de desastre de evolução gradual, por conta da previsão de continuidade da chuva.

“A cada ocorrência, os danos são contabilizados e analisados, mas, pelo que verificamos, a situação é a mesma, sem agravamentos. Porém, a Rua Sete de Setembro, na Quinta Lebrão, e a Estrada do Salaco, na Granja Florestal, por conta de deslizamentos de terra, precisaram ser interditadas para garantir a segurança da população”, disse Silva.

Cecília de Oliveira, moradora de uma casa atingida na Rua Sete de Setembro, onde parte de uma encosta caiu, provocando rachaduras no imóvel, disse que o socorro chegou rapidamente. “A Defesa Civil nos atendeu muito rápido, praticamente na mesma hora em que a terra cedeu. Os agentes vieram, analisaram tudo e nos tranquilizaram quanto aos riscos. Agora sabemos o que precisamos fazer, e a construção de um muro de contenção será nossa prioridade.”

Em Nova Friburgo, a Defesa Civil já atendeu a 31 ocorrências. Da última terça-feira (19) até agora, já foram interditados 23 imóveis. O trabalho da Defesa Civil continua em toda a cidade, e equipes da prefeitura permanecem de prontidão para atender às demandas.

Na noite de quinta-feira, o desbamento de uma casa na zona norte da cidade do Rio de Janeiro provocou a morte de duas pessoas e ferimentos em duas. Lídia de Lima, de 81 anos, e a neta, Alessa Carolina Fernandes, de 17 anos, morreram no local do desabamento. A chuva dos últimos dias infiltrou-se na terra e acabou provocando o desabamento. A casa de três pavimentos estava sendo ampliada, sem autorização da prefeitura para a construção de mais um pavimento.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo no Rio começa a melhorar no sábado (23). A Meteorologia prevê para este sábado (23) céu nublado a encoberto, com chuva em áreas isoladas. A temperatura mínima deve ficar em torno de 19º Celsius (ºC) e a máxima, em 28°C. (Fonte: Agência Brasil)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5