Parques do Rio ganham sistema inédito de contagem automática de visitantes

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) vai instalar contadores automáticos de visitantes em 15 unidades de conservação do Rio de Janeiro. Também conhecido como “ecocontador”, o dispositivo usa placas acústicas enterradas nas trilhas de forma discreta. A iniciativa é inédita no país. E o Brasil será o primeiro país da América do Sul com esse sistema de contagem em áreas protegidas.

De acordo com o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa, o monitoramento do fluxo de visitantes nas trilhas das unidades vai melhorar a administração dos parques. “Aperfeiçoar a gestão nos parques é fundamental para um uso sustentável. Queremos as pessoas dentro de nossos parques usufruindo seus encantos”, disse Corrêa, ao ressaltar que as estatísticas sobre o número de visitantes em trilhas são essenciais para o planejamento da visitação em unidades de conservação, aperfeiçoamento da gestão e das ações de manejo da visitação e redução de impactos.

Os 25 aparelhos foram importados da França e custaram R$ 475 mil. A ferramenta já é utilizada em dezenas de países da Europa, nos Estados Unidos e no Canadá. A instalação será feita em pontos das trilhas para medir aumento ou diminuição do volume de visitantes. Um sistema temporizador evita a sobrecontagem de uma pessoa que pisa duas vezes na placa. A margem de erro estimada fica em torno de 5%. O equipamento funciona com bateria de 10 anos de duração.

O treinamento dos servidores para o uso dos contadores foi feito na semana passada no Núcleo Paraíso do Parque Estadual dos Três Picos, em Guapimirim, com a participação de 25 técnicos, entre gestores, guarda-parques, equipe de uso público e funcionários da Diretoria de Biodiversidade e Áreas Protegidas.

As unidades de conservação que vão receber os ecocontadores são os parques estaduais dos Três Picos, da Serra da Tiririca, da Pedra Branca, do Desengano, da Ilha Grande, da Serra da Concórdia, da Costa do Sol, da Pedra Selada, do Mendanha e da Lagoa do Açu.

Também serão beneficiadas as áreas de proteção ambiental da Bacia do Rio Macacu e de Macaé de Cima, a recém-criada Floresta Estadual José Zago e a Reserva Ecológica Estadual da Juatinga. (Fonte: Agência Brasil)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5