Em 12 horas, Porto Alegre tem 62% da chuva prevista para todo o mês

O acumulado de chuva registrado em Porto Alegre entre as 22h de quarta-feira (3) e as 10h desta quinta-feira (4) foi de 61,8 milímetros, de acordo com a medição feira pelo Instituo Nacional de Meteorologia (Inmet). Isso representa 62% da média mensal para todo o mês de fevereiro.

A chuva começou ainda na noite de quarta-feira, mas se intensificou por volta das 8h desta quinta, provocando diversos transtornos para os moradores da capital gaúcha, que enfrentaram mais de 20 pontos de alagamento ao longo da manhã.

Na Avenida Oscar Pereira, próximo da Dias da Cruz, a via foi bloqueada no sentido bairro-Centro após uma árvore cair em um carro que estava estacionado no local. Não há vítimas.

A cidade ainda se recupera do temporal ocorrida na noite de sexta-feira (29) passada, quando ventos de aproximadamente 120 km/h derrubaram cerca de 3 mil árvores, interrompendo o fornecimento de energia elétrica e água.

O prefeito em exercício de Porto Alegre, Sebastião Melo, usou as redes sociais durante a chuva desta quinta para alertar a população sobre os perigos potencializados pelos impactos do temporal de sexta.

“Muitos alagamentos, como na região do Parcão (Moinhos de Vento), ocorrendo em função de folhas e galhos que ainda estão nas ruas devido ao temporal de sexta”, disse, ao falar sobre os fios elétricos nas ruas.

Melo afirmou que as 16h ocorre uma reunião com as operadoras de telefonia no Centro Integrado de Comando de Porto Alegre para definir a retirada imediata dos fios que ainda estão nas ruas.

Durante toda a semana equipes da prefeitura ainda trabalham para retirar as árvores das ruas, bem como para o restabelecimento da energia elétrica. Até a noite de quarta, 110 clientes estavam sem luz, número que evoluiu para 8 mil no decorrer da madrugada desta quinta. Entretanto, de acordo com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) o serviço foi normalizado ainda pela manhã.

Temporal na sexta devastou a cidade – Porto Alegre ainda se recupera do temporal que atingiu a cidade na última sexta-feira (29). Na ocasião, ventos de cerca de 120 km/h derrubaram postes, arrancaram árvores e e danificaram prédios, postos de combustíveis e centros comerciais. Houve feridos, mas ninguém morreu.

A cidade decretou situação de emergência. Mais de 2,3 mil toneladas de resíduos vegetais, entulhos e detritos gerados após a tempestade já foram recolhidos das ruas. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5