Zimbábue declara estado de emergência nas zonas rurais pela seca

O presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, declarou nesta sexta-feira o estado de emergência pela forte seca provocada El Niño, que acabou com grande parte das colheitas do país e disparou o alarme nas zonas rurais.

“Dada à magnitude do impacto do El Niño e da continua ameaça de seca, o presidente declarou o estado de emergência nas regiões rurais mais gravemente afetadas”, informou o ministro de governo local, Saviour Kasukuwere.

A declaração representa um alívio para os 60 distritos rurais do país, que concentram 2,4 milhões de pessoas – 26% da população -, já que a medida agilizará o envio de ajuda humanitária ao país.

As províncias Masvingo e Matabeleland Sul, perto da fronteira com a África do Sul, perderam de 65% a 75% das plantações de milho previstas para o primeiro semestre.

No final de janeiro, o Banco de Central do Zimbábue pediu um empréstimo de US$ 200 milhões para importar alimentos, mas a severidade da seca e a limitada capacidade financeira do país obrigarão ao governo de Mugabe a pedir ajuda à comunidade internacional.

Mais de 16 mil cabeças de gado morreram de fome nas últimas semanas devido à falta de chuva em 95% do país durante a temporada de verão, que vai de novembro a março, acrescentou Kasukuwere.

O ex-primeiro-ministro e líder opositor do Movimento para a Mudança Democrática (MDC, sigla em inglês), David Coltart, criticou Mugabe pela demora em declarar o estado de emergência e lembrou que seu partido reivindicava isso há semanas. (Fonte: Terra)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5