Temendo zika, Ilha do Havaí com 250 casos de dengue decreta emergência

A prefeitura da Ilha Grande do Havaí, a maior do arquipélago, decretou estado de emergência nesta segunda-feira (8) para lidar com uma crescente epidemia de dengue, com 250 casos confirmados nos últimos quatro meses.

Com a decisão, a ilha poderá voltar a depositar pneus usados em aterros sanitários, prática que havia sido banida por problemas ambientais. A ideia é impedir que pneus abandonados por falta de local para descarte sirvam de focos de água parada para reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Os casos registrados na ilha atualmente foram coletados desde 29 de outubro de 2015. O surto foi o maior registrado na ilha desde os anos 1940, afirma o prefeito Billy Kenoi.

O governador do estado americano do Havaí, David Ige, afirmou que apoia a decisão da Ilha Grande, mas não pretende estender a emergência para o restante do arquipélago se o surto não atingir outras ilhas. Outro fator que precipitaria essa decisão, afirmou Ige, seria a presença do vírus da zika, que ainda não foi confirmado ali.

No mês passado, porém, um bebê nascido com problemas neurológicos na ilha de Oahu, que abriga a capital Honolulu, precipitou uma investigação. Caso o zika tenha sido o causador do problema, esse caso será o primeiro registro de transmissão autóctone do vírus em solo americano.

A o vírus da dengue não é endêmico no Havaí, mas tem se espalhado ocasionalmente quando levado ao arquipélago por viajantes infectados. O surto na Ilha Grande do Havaí é o primeiro núcleo de transmissão local da doença desde um surto em 2011 ocorrido em Oahu, afirma o departamento de saúde do estado. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5