Tubarões podem dar pistas sobre como regenerar dentes humanos

Uma pesquisa sobre a capacidade de tubarões regenerarem sua dentição pode ajudar pessoas que perderam seus dentes.

Pesquisadores da Universidade de Sheffield, na Grã-Bretanha, identificaram um conjunto de genes – também presentes em humanos – que tubarões usam para desenvolver e substituir dentes.

Em tubarões e arraias, por exemplo, esses dentes são substituídos ao longo de toda a vida.

Os cientistas esperam que a pesquisa possa ajudar a descobrir como fazer os dentes de humanos se regenerarem.

Os pesquisadores identificaram como age um grupo de células epiteliais responsáveis por essa regeneração.
Os humanos também têm essas células, mas elas desaparecem depois que os dentes de leite são substituídos pelos permanentes.

Segundo o principal autor do estudo, Gareth Fraser, uma das características que fazem dos tubarões bons caçadores são os dentes da frente virados para trás e afiados. “Esses dentes se regeneram rapidamente ao longo da vida e são substituídos antes que fiquem ruins”, afirma.

Os pesquisadores descobriram que os genes que regeneram os dentes provavelmente estavam presentes nos primeiros invertebrados e se mantiveram durante cerca de 450 milhões de anos de evolução. Em mamíferos como os humanos, porém, a capacidade de regeneração dos dentes se reduziu drasticamente ao longo dos anos.

Pela análise de dentes de embriões de tubarões da família Scyliorhinidae, os pesquisadores documentaram a expressão de genes durante as primeiras etapas da formação dentária desses animais. O estudo descobriu que esses genes participam da construção dos dentes e depois voltam a ser utilizados para a regeneração dentária. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5