Diretora da OMS visitará o Recife/PE para acompanhar combate ao vírus da zika

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margareth Chan, visitará o Recife na próxima quarta-feira (24). A informação foi confirmada neste domingo (21) pela assessoria de comunicação do Ministério da Saúde. A previsão é que ela desembarque em Brasília na próxima terça-feira (23).

Chan estará na capital pernambucana na companhia do ministro da Saúde, Marcelo Castro, como parte da visita que fará ao Brasil durante esta semana. A médica sanitarista, que dirige a entidade desde 2007, virá ao país a convite do governo brasileiro para acompanhar as ações de combate à epidemia do vírus da zika em território nacional.

A sanitarista, natural de Hong Kong, vai discutir com a presidente Dilma Rousseff como coordenar os esforços brasileiros para combate ao zika com o plano global contra o vírus, lançado na última segunda-feira (15). Pernambuco, que estará na rota da diretora, apresenta o maior número de notificações das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti até o momento.

Contactada, a Secretaria Estadual de Saúde afirmou ainda não ter recebido nenhuma demanda oficial do governo federal. A agenda oficial de Chan só deverá ser divulgada nesta segunda-feira (21).

Em 2016, até o dia 13 de fevereiro, foram notificados 2.720 casos de arboviroses (dengue, chikungunya e zika) em Pernambuco. Destes, 1.195 casos de dengue, 908 casos de chikungunya e 617 de zika. Dentre as notificações, foram confirmados 612 casos, 459 de dengue e 153 de chikungunya. Para o mesmo período de 2015, foram notificados 2.865 casos de arboviroses, representando uma redução de 5,1% de casos. Em todo o ano de 2015, foram notificados 35.032 casos de arboviroses, sendo 33.070 de dengue, 1.573 de chikungunya e 389 de zika.

A OMS ainda não deu outros detalhes da agenda de Chan no Brasil. Funcionários apenas afirmam que a diretora-geral deve desembarcar na terça-feira e conceder uma entrevista coletiva na próxima quarta. A médica esteve à frente da iniciativa que terminou por declarar a epidemia de zika uma “emergência global de saúde pública”.

Chan foi eleita diretora-geral da OMS após ter sido diretora de saúde em Hong Kong. Em seu primeiro mandato se destacou pelo combate à desnutrição na Ásia e pressão contra problemas sanitários em regimes fechados, como a Coreia do Norte.

Em seu segundo mandato, iniciado em 2012, porém, a OMS sofreu muitas críticas pela demora na reação contra a epidemia de ebola no Oeste da África. Uma reação adequada à epidemia de zika hoje é considerada essencial para a OMS recuperar a credibilidade diante de países em desenvolvimento. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5