Anvisa libera últimos testes de vacina da dengue de laboratório japonês

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou, nesta quinta-feira (3), a aprovação do ensaio clínico de fase 3 da vacina contra dengue desenvolvida pela farmacêutica japonesa Takeda. Esta é a última etapa antes que a vacina possa ser submetida à avaliação para registro.

Segundo a Anvisa, a vacina deve ser aplicada em duas doses com intervalo de três meses. Os testes clínicos devem ser feitos em 20.100 crianças de 4 a 16 anos de vários países. No Brasil, são esperados 4.770 participantes.

“A avaliação foi realizada com a maior brevidade possível e de forma a garantir as etapas necessárias e essenciais para segurança e eficácia do produto final”, afirmou a agência em nota na qual reiterou que a vacina da dengue é assunto prioritário para o órgão.

A Takeda está na corrida pela vacina de dengue desde 2013, quando comprou a americana Inviragen que já estava desenvolvendo uma vacina. De acordo com o laboratório, a vacina tetravalente (que previne conta os quatro sorotipos da dengue) em estudo pela empresa é “uma vacina quimérica recombinante baseada em uma forma atenuada do vírus da dengue 2, que fornece o ‘esqueleto’ genético para todos os quatro vírus da dengue”.

Vacina do Butantan
– No dia 22 de fevereiro, teve início a última fase de testes da vacina contra dengue desenvolvida pelo Instituto Butantan. A etapa deve começar com a vacinação de 1,2 mil voluntários pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP). A instituição é uma das 14 credenciadas para a realização dos testes clínicos no país. Ao todo, 17 mil voluntários de todo o Brasil devem receber a imunização.

Vacina da Sanofi – Em 28 de dezembro, a Anvisa aprovou a primeira vacina de dengue a entrar no mercado no mundo, desenvolvida pela farmacêutica Sanofi Pasteur. Chamada DengVaxia, a vacina foi capaz de reduzir em 60,8% o número de casos de dengue em um estudo que envolveu quase 21 mil crianças e adolescentes da América Latina e Caribe. Em outro estudo, feito com mais de 10 mil voluntários da Ásia, a vacina conseguiu reduzir em 56% o número de casos da doença.

Outro estudo, feito a partir de uma análise combinada dos testes clínicos na Ásia e na América Latina, concluiu que a vacina é mais eficaz a partir dos 9 anos de idade. A partir dessa faixa etária, a vacina é capaz de proteger 66% dos indivíduos contra a dengue. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5