Confirmada primeira morte por chikungunya em Pernambuco

A Secretaria de Saúde de Pernambuco confirmou na terça-feira (8) a primeira morte causada por febre chikungunya no Estado. A vítima é uma mulher de 88 anos que estava internada em um hospital particular do Recife. O óbito, de acordo com o boletim epidemiológico, ocorreu em 21 de fevereiro deste ano.

Outro dado assustador está no boletim divulgado pelo Estado: Hoje, 84 das 184 cidades estão correndo risco de surto de arboviroses por causa do alto índice de infestação predial por Aedes aegypti. E 63 delas já ligaram o alerta. Ou seja, o problema é grave em 80% dos municípios.

Entre os dias 3 de janeiro e 5 de março de 2016, Pernambuco notificou 9.160 casos suspeitos de chikungunya, dos quais 226 foram confirmados. Em 2015, ocorreram 2.605 notificações e 450 confirmações. Os dados correspondem a registros em 151 dos 184 municípios pernambucanos.

Este ano, o Estado também notificou 31.481 casos de dengue em 179 cidades e confirmou 4.210 deles. O aumento de notificações foi de 131,7%, em relação ao mesmo período de 2015, quando houve 13.587.

Entretanto, houve uma redução no número de confirmações, que, no ano passado, chegou a 6.989. Os municípios com mais incidência de dengue no Estado são: Itambé, Poção, Camutanga, Goiana e Sanharó.
Pernambuco também notificou 4.849 casos suspeitos do vírus da zika, mas ainda não há confirmações em 2016. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5