ONGs denunciam transporte secreto de plutônio entre Japão e EUA

O Greenpeace e várias ONGs denunciaram nesta sexta-feira (18) um transporte secreto de plutônio entre Japão e Estados Unidos que pode ser realizado neste fim de semana.

“É possível que o navio saia no domingo do porto japonês de Tokai”, situado 150 km a nordeste de Tóquio, disse por telefone à AFP Shaun Burnie, um especialista nuclear do Greenpeace que se encontra no Japão.

O transporte de 331 quilos de plutônio será realizado por um navio especial de transporte nuclear britânico, o Pacific Egret, “sob a proteção dos Estados Unidos”, explicou Burnie.

“Será o maior carregamento de plutônio desde as 1,8 toneladas levadas ao Japão em 1992″, indica o Greenpeace.

Por sua vez, duas ONGs japonesas, uma americana, uma britânica, assim como o Grenpeace, denunciam em um comunicado conjunto “o fracasso da política nuclear do Japão” porque gera produtos perigosos e difíceis de administrar.

O transporte de plutônio, cuja data e trajeto permanecem em segredo, é o resultado de um acordo bilateral de 2014 no âmbito da política de não proliferação nuclear.

Washington considera que o plutônio conservado em Tokai, na cidade de Ibaraki, estaria mais seguro nos Estados Unidos.

O Japão tem um total de 47 toneladas de plutônio, dez delas em seu território e o resto no exterior. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags , ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5