Foguete chega à ISS com dois russos e um veterano americano

Dois cosmonautas e o veterano americano Jeff Williams, que deseja bater o recorde de seu país do astronauta que passou mais tempo no espaço, chegaram à Estação Espacial Internacional (ISS, sigla em inglês).

O foguete russo Soyuz, transportando Williams, 58, e os russos Alexey Ovchinin e Oleg Skripochka, acoplou com a ISS às 03H09 GMT deste sábado, segundo a Nasa. Ele havia decolado da plataforma localizada em Baikonur, Cazaquistão, às 21H26 GMT de sexta-feira.

O Soyuz viajou decorado com um retrato do primeiro homem que chegou ao espaço, o astronauta soviético Yuri Gagarin, para comemorar os 55 anos da façanha, ocorrida em 12 de abril de 1961.

“Vamos festejar o 12 de abril. No dia em que Yuri Gagarin partiu para conquistar o espaço, vamos nos reunir para uma refeição festiva”, disse Skripochka, 46, pouco antes da decolagem. Williams assinalou que, apesar do trabalho que os aguarda, esse dia será de festa.

Após a estadia prevista de seis meses na ISS, Williams se tornará o americano que terá passado mais tempo, no total, no espaço, ou 534 dias. Será sua terceira visita à estação orbital.

Ele irá superar os 520 dias de Scott Kelly, que retornou, em 1º de março, de uma missão de 340 dias a bordo da ISS. Aos 52 anos, Kelly já fez quatro viagens à estação. Ele quebrou o recorde americano, mas o recorde mundial de dias em órbita acumulados foi conquistado pelo russo Gennady Padalka, com 879 dias.

“Muito entusiasmo”, disse Ovchinin, 44, que faz seu primeiro voo espacial, enquanto Skripochka cumpre a segunda missão na ISS.

Os astronautas vão se unir à equipe de três tripulantes da estação, onde continuarão realizando centenas de experiências envolvendo microgravidade, biologia, biotecnologia, física e geofísica.

“Estou pronto de verdade para retornar à ISS. É um grande privilégio”, disse Williams, que nasceu em Wisconsin, à TV da Nasa.

Este ex-piloto, que integra a equipe de paraquedismo da escola militar de West Point (nordeste dos Estados Unidos), esteve na ISS em 2006, quando a estação era formada por apenas dois módulos.

“Fiz o cálculo há pouco e acredito que já estive em órbita na ISS com 45 pessoas diferentes, no total”, contou Williams, que, antes da viagem, prometeu compartilhar a experiência nas redes sociais.

Alexei Ovchinin disse á agência de notícias oficial Tass que levou para o espaço um bicho de pelúcia de sua filha. “Este brinquedo me fará lembrar da família durante todo o voo.” (Fonte: UOL)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5