Cápsula Cygnus está pronta para lançamento rumo à estação espacial

A cápsula Cygnus, da empresa privada Orbital ATK, será lançada nesta noite (terça-feira no horário local e madrugada de quarta-feira no horário de Brasília) a partir da Flórida para uma missão de reabastecimento da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês).

O foguete Atlas V, da United Launch Alliance, que irá transportar a cápsula da tripulação, deve decolar da plataforma da base de Cabo Canaveral à 0h25 desta quarta-feira (23, no horário de Brasília), segundo a agência France Presse.

As previsões meteorológicas davam 90% de chance de que as condições estariam favoráveis ao lançamento. A Cygnus entrará em órbita cerca de vinte minutos depois e deve se ancorar à ISS com a ajuda de um braço robótico no sábado, às 07h40.

Esta é a quinta missão de abastecimento da ISS que a Cygnus realiza, a segunda desde dezembro, quando os voos da Orbital ATK retomaram após a explosão do foguete Antares em 2014, logo após a decolagem.

A Orbital forneceu duas missões de carga para a ISS em 2016. A próxima será a bordo de um Antares no início do verão no hemisfério norte.

Impressora 3D e ‘prendedor lagartixa’ – Esta versão reforçada da Cygnus, com uma capacidade 25% maior, vai entregar 3,6 toneladas de carga para a ISS, incluindo alimentos, água, roupas para a tripulação de seis astronautas – bem como equipamentos e materiais para dezenas de experimentos científicos.

“Quando uma nave chega com mantimentos na estação, é como se fosse Natal para nós”, comentou Dan Tani, um ex-astronauta da Nasa que passou uma temporada na ISS e é agora um dos responsáveis por uma missão na Orbital.

Entre os objetos que serão levados pela cápsula estão uma impressora 3D para construir ferramentas para astronautas e prendedores não-adesivos modelados com inspiração nos patas de lagartixas, segundo a Reuters.

A impressora funciona ao aquecer plástico, metal ou quaisquer outros materiais em fluxos que podem ser modelados em camadas para criar objetos tridimensionais.

O experimental “prendedor lagartixa” é um novo tipo de adesivo que imita a maneira como as lagartixas se agarram à superfícies sem cair. O objetivo é testar um método de prender coisas no ambiente sem gravidade do espaço.

Incêndio voluntário – A cápsula irá permanecer acoplada à ISS por seis meses. Quando os astronautas tiverem carregado os rejeitos e outros equipamentos não utilizados, ela será desencaixada da estação.

Quando estiver longe o suficiente, os engenheiros da Nasa provocarão voluntariamente um incêndio a bordo para avaliar o tamanho e extensão das chamas e medir as emissões de calor e gás na ausência de gravidade.

Este incêndio inédito em uma nave espacial em órbita irá fornecer dados cruciais para a segurança atual e futura dos astronautas, disse Gary Ruff, engenheiro aerospacial do centro de pesquisa Glenn (Ohio, nordeste) da Nasa e um dos principais responsáveis por este experimento. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5