H1N1 já levou a 102 mortes este ano no Brasil, diz Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde anunciou, nesta segunda-feira (11), que o número de mortes por H1N1 subiu para 102 até o dia 2 de abril. Foram 31 mortes desde o boletim anterior divulgado pela pasta, referente aos casos até 26 de março.

Ao todo, foram registrados 686 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) por H1N1 até 2 de abril. Foram 242 novos casos de SRAG, que é uma complicação da gripe, desde o boletim anterior.

Também houve 13 mortes e 168 casos de SRAG por outros vírus da gripe ao longo do ano, ainda segundo o boletim do ministério da saúde.

Do total, 70 mortes ocorreram no estado de São Paulo. Outros estados com mortes por H1N1 foram Goiás (6), Santa Catarina (5), Bahia (3), Pará (2), Ceará (2), Rio Grande do Norte (2), Minas Gerais (2), Rio de Janeiro (2), Rio Grande do Sul (2), Mato Grosso do Sul (2), Amapá (1), Mato Grosso (1) e Distrito Federal (1).

Vírus chegou antes do esperado – Este ano, houve uma antecipação da temporada de gripe no Brasil. O esperado para seria ter o pico de casos no mês de julho, mas o país vem registrando casos desde o início do ano.

Especialistas discutem várias hipóteses que podem explicar a antecipação da chegada do vírus, que vão desde fatores climáticos até o aumento de viagens internacionais que podem ter trazido o H1N1 que circulava no hemisfério norte.

Antecipação da vacina – Por causa disso, o Ministério da Saúde antecipou a distribuição das vacinas contra influenza e liberou que os estados iniciassem a aplicação antes da campanha nacional de vacinação, prevista para começar em 30 de abril.

Até o momento, ao menos sete estados, mais o Distrito Federal, já anunciaram antecipação da vacinação. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5