Porto Alegre registra a maior temperatura para abril na história

Um bloqueio atmosférico estacionado no Sul do Rio Grande do Sul causa chuvas e alagamentos em cidades da região e provoca calor acima da média para o outono no resto do estado. No domingo (17), Porto Alegre registrou 36°C, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Foi a maior temperatura para o mês de abril desde que há registros das medições na capital, em 1916.

A tendência é que a situação siga assim até a quarta-feira (20), quando a instabilidade deve se espalhar para outras regiões, com o fim do bloqueio atmosférico.

Enquanto uma massa de ar quente está sobre o Centro-Norte do estado provocando calor, a frente fria está parada no Extremo Sul, causando chuva e alagamentos.

“O predomínio de sol contribuiu para as altas temperaturas, aliadas à sensação térmica. A tendência, com o fim do bloqueio, é que a chuva se espalhe do Sul para outras regiões, diminuindo o calor gradativamente”, diz a meteorologista Fabiene Casamento, da Somar Meteorologia.

Em Porto Alegre, no sábado (16), os termômetros marcaram 35,2°C. No domingo, a temperatura chegou aos 36°C, superando a maior marca para o mês de abril, até então de 35,9°C, registrada no ano de 1927.

Já município de Chuí, no Extremo Sul, por exemplo, o pluviômetro da prefeitura registrou 230 milímetros de chuva entre sábado (16) e domingo (17). A média histórica de precipitação no município é de 122 mm no mês de abril. Em Santa Vitória do Palmar, choveu 141 milímetros em 24 horas, segundo a Defesa Civil.

O temporal alagou ruas e prejudica lavouras na região. A perda nas culturas de soja e arroz, que estão no período da colheita, pode chegar a 60%. Há alerta meteorológico para a quarta-feira (20), quando o sistema de baixa pressão estacionado no Sul pode provocar novos temporais com fortes rajadas de vento. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5