Mudança do clima produzirá mais picos de ozônio, diz estudo

O aquecimento global deve gerar nos Estados Unidos, até 2050, de três a nove dias adicionais por ano com picos de ozônio perigosos para a saúde, afirma um estudo.

Os gases liberados pelos escapamentos dos automóveis e caminhões contribuem para aumentar os níveis de ozônio e o problema se torna ainda mais grave quando as temperaturas aumentam, o que será mais habitual que no passado.

“Nas próximas décadas, a mudança climática global provocará com certeza mais ondas de calor durante o verão, o que levará a um aumento de entre 70% e 1000% dos picos de ozônio, segundo a região”, afirmou Lu Shen, da Faculdade John A. Paulson de Engenharia e Ciências Aplicadas (SEAS) de Harvard, principal autor do estudo publicado na “Geophysical Research Letters”.

A Califórnia, o sudoeste e o nordeste do país podem sofrer até nove dias a mais por ano com picos de concentração de ozônio perigosos para a saúde.

O ozônio pode provocar problemas pulmonares em adultos e asma em crianças. Durante os picos, os médicos recomendam que as pessoas com problemas pulmonares não saiam de casa.

Diminuir o consumo de energia elétrica e deixar o automóvel na garagem são os meios mais efetivos para reduzir os níveis de ozônio. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5