Pernambuco tem 14 mortes confirmadas por H1N1 este ano

Boletim divulgado na tarde desta sexta-feira (10) pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) revela que o número de óbitos causados pela gripe H1N1 no estado chegou a 14 – um a mais que a semana passada – com a confirmação de um caso no município de Petrolina, no Sertão. Com esse novo caso na capital do São Francisco, agora são nove as cidades que já registraram óbitos causados por este tipo de influenza em 2016.

Além de Petrolina, foram contabilizados cinco casos no Recife e dois em Jaboatão dos Guararapes. As cidades de Olinda, Caruaru, Palmares, Petrolândia, João Alfredo e São Lourenço da Mata registraram uma morte cada uma. Os dados são referentes ao período de 1º de janeiro a 4 de junho deste ano.

A secretaria também investiga outras 42 mortes causadas por diversos vírus que causam a chamada síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Segundo a Saúde, eles podem ter sido causados por patógenos como o adenovírus, vírus sincicial respiratório, influenza (A H1N1, AH3 sazonal, B e vários outros subtipos), parainfluenza (1, 2 e 3), diversas bactérias, além de outros agentes etiológicos, como fungos.

A Saúde também informou que, no ano de 2015, no mesmo período em questão, 21 pessoas morreram vítimas da SRAG. Não houve, no entanto, nenhum caso confirmado para a gripe H1N1.

Ainda segundo a secretaria, até a manhã desta sexta-feira, 2.061.914 pessoas já foram vacinadas contra a influenza no estado, totalizando 98,37% da população inclusa nos grupos prioritários, formado por 2.095.962 de pessoas. Até o momento, foram realizadas 279 coletas de pacientes com síndrome gripal. Desses, 42 resultados deram positivo para a gripe H1N1. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5