Governo inaugura, no Rio, Complexo das Paineiras

Em solenidade que contou com a presença do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, e do presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Rômulo Mello, o governo federal inaugurou na nesta quinta-feira (28) o Centro de Visitantes Paineiras, no Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Instalado no antigo Hotel das Paineiras, que fez história nos anos 1960 e 1970, o novo centro abriga um moderno complexo turístico, composto por espaço gourmet com vista panorâmica para a zona sul da cidade, salão de exposição multimídia, loja de souvenir e bilheterias eletrônicas no sistema de autoatendimento.

“Hoje é um dia para comemorar. Estamos devolvendo à população do Rio de Janeiro, e de todo o Brasil, um patrimônio que estava abandonado há mais de 40 anos e que, agora, torna-se a vitrine, a porta de entrada do parque da Tijuca”, disse o ministro.

Ele destacou o empenho de todos – governos federal, estadual e municipal, iniciativa privada, associação de amigos do parque e Arquidiocese do Rio, que administra o monumento do Cristo – na realização do projeto. “Essa é uma forma de trabalho que sempre defendi, a da gestão compartilhada”, afirmou.

O presidente do ICMBio disse que, com o novo centro de visitantes, a unidade de conservação (UC) carioca, além de oferecer serviços mais qualificados aos visitantes, torna-se um exemplo de gestão. “A nossa intenção é estender esse modelo para os demais parques nacionais do Brasil”, reforçou Mello.

O evento de inauguração contou ainda com a presença de mais de 200 convidados, entre representantes do governo do estado, prefeitura, iniciativa privada, ONGs da área ambiental e demais parceiros do parque. Ao final o padre Omar comandou oração e abençoou o novo espaço.

O projeto arquitetônico do centro de visitantes foi desenvolvido pelo Estúdio América, vencedor do concurso promovido pelo ICMBio e Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB). A operação do espaço fica a cargo do consórcio Paineiras-Corcovado, formado pelo Grupo Cataratas, a Bel-Tur e a Esfeco, por meio de um contrato de concessão com o ICMBio.

A nova estrutura proporcionará mais conforto e lazer aos cariocas e turistas que frequentam o parque, o mais visitado do Brasil, com cerca de três milhões de pessoas por ano, e que abriga o Corcovado e o Cristo Redentor, uma das sete maravilhas do mundo moderno.

Todos os serviços do novo centro de visitantes poderão ser desfrutados pelo público já a partir deste sábado (30/07). Além de conhecer a exposição “Floresta protetora”, as pessoas podem fazer compras na loja de souvenir, curtir as delícias do fast food Naturê e do Bar das Paneiras e, ainda, adquirir nas estações digitais o ingresso para acesso ao Cristo Redentor.

Acessibilidade e sustentabilidade são duas preocupações que marcam o projeto do novo centro de visitantes. O local é todo adaptado para receber pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, gestantes ou idosos, garantido assim o conforto e acesso de todos ao local.

O centro conta com estação de tratamento de efluentes com reutilização de água, tecnologias de economia de água e energia e gerenciamento eficiente de resíduos sólidos, com destinação de material reciclável para cooperativa de comunidade vizinha. (Fonte: MMA)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags ,