Cidades do Oeste de SC registram alagamentos e estragos após chuva

Ao menos seis cidades do Oeste de Santa Catarina foram prejudicadas pela chuva que caiu entre a noite de segunda-feira (24) e madrugada desta terça (25). De acordo com a Defesa Civil, Caçador, Xanxerê, Videira, Catanduvas, Itá e Alto Bela Vista foram atingidas. Em Bom Jardim da Serra, o granizo causou estragos na segunda.

A chuva intensa chegou a Caçador por volta das 2h40 e causou alagamentos e enxurrada em vários pontos da cidade. De acordo com o Corpo de Bombeiros Voluntários, três moradores foram retirados de casa com um bote da corporação e levados para a casa de parentes. Ninguém se feriu.

Além das 43 residências afetadas pela chuva, conforme a Defesa Civil, a SC-350 em Caçador, no sentido Taquara Verde, precisou ter o trânsito interrompido, devido à lama e enxurrada que tomaram conta da pista. A enxurrada interditou também a SC-350 e a SC-135. As duas rodovias haviam sido liberadas por volta das 10h desta terça.

Em Videira, além dos alagamentos, a chuva provocou deslizamentos de terra em vários pontos da cidade causando prejuízos a diversas residências. Até pouco antes das 11h, a Defesa Civil ainda fazia um levantamento do número de atingidos pela chuva.

No município de Catanduvas, a rua central da cidade registrou alagamentos e uma casa foi invadida pela enxurrada.

Em Itá, um vendaval atingiu a cidade por volta das 19h45 de segunda e arrancou a cobertura da escola da comunidade Nova Santa Cruz.

Segundo a Defesa Civil, em Xanxerê, as regiões mais afetadas por alagamentos foram a do Centro e do bairro Tonal. Um muro chegou a cair por causa da chuva na Escola Municipal Pequeno Príncipe.

Em Alto Bela Vista, a enxurrada rompeu um açude na Comunidade de Volta Grande e água invadiu a casa do proprietário danificando os móveis da família. Quatro pessoas foram afetadas pela chuva.

Previsão de mais temporais – De acordo com o Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram), a chuva pode variar de moderada a forte nesta terça e quarta (26) em todo o estado. Há riscos de temporais isolados com granizo e rajadas fortes de vento nas regiões Oeste e na Serra.

Na quarta, há chance de temporal ainda no Vale do Itajaí, conforme o órgão. Entre quinta (27) e sábado (29), o vento Sul deve deixar o mar agitado com ondas altas de até 5 metros, o que oferece risco à navegação e pesca.

“A condição adversa de mar está associada à intensificação de áreas de baixa pressão formando um ciclone extratropical na quarta-feira, ligado a uma frente fria que avança pelo Sul do Brasil entre quarta e quinta-feira. O mar agitado a grosso traz risco de ressaca na área costeira catarinense, especialmente ao Sul de Itajaí”, informou a Ciram.

Conforme a Ciram, esta condição pode ocasionar alagamentos isolados até domingo (30) em Florianópolis, nas praias do Sul da Ilha, na avenida Atlântica de Balneário Camboriú e em municípios como Barra Velha, Araranguá, Laguna, Itajaí, Joinville, Tijucas, entre outros. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags