Ministério apoia parcerias com fundos globais

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) defendeu as parcerias com entidades internacionais no estabelecimento de uma economia de baixo carbono. Na abertura da 18ª Assembleia Anual de Fundos Ambientais da América Latina e Caribe (RedLAC), na terça-feira (1º/11), o secretário de Biodiversidade e Florestas do MMA, José Pedro de Oliveira Costa, classificou a atuação desses organismos como fundamental para o desenvolvimento sustentável.

A Assembleia reunirá até o próximo dia 4, em Brasília, representantes do governo, da sociedade civil e do setor privado para analisar questões ligadas a investimento na área ambiental. “Precisamos dessas parcerias e de ações estruturantes com os estados e municípios”, declarou José Pedro, que representou o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, na abertura do evento.

Segundo ele, o Fundo Amazônia e o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio) representam o maior volume da RedLAC. Essa rede existe desde 1999 e reúne, hoje, 21 organizações de 16 países da América Latina e Caribe. O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é o patrocinador desta edição do evento.

União – O encontro será uma oportunidade para interação e estreitamento entre os representantes dos diferentes fundos abrangidos pela RedLAC. O presidente do Conselho do Funbio, Álvaro de Souza, destacou que os maiores fundos da região fazem parte da Assembleia. “Com isso, está representado o espírito de união e parceria de todos”, afirmou.

A embaixadora dos Estados Unidos no Brasil, Liliana Ayalde, ressaltou que a questão ambiental está entre as principais bases da cooperação entre os norte-americanos e o Brasil. “Desde a criação, a RedLAC tem se dedicados a fortalecer conexões na área do desenvolvimento sustentável”, acrescentou. De acordo com ela, além da Floresta Amazônica, o grupo busca estabelecer ações em outros biomas, como Caatinga e Mata Atlântica.

A abertura do evento contou ainda com a participação da chefe do Departamento de Gestão do Fundo Amazônia do BNDES, Juliana Santhiago. O fotógrafo Sebastião Salgado e o cineasta Fernando Meirelles participarão dos debates promovidos pelo encontro. Além disso, haverá palestras com representantes de entidades como o Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF) e do Fundo para Promoção das Áreas Naturais Protegidas do Peru (Profonanpe). (Fonte: MMA)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5