Desmate em área igual a 100 campos de futebol é descoberta no litoral paulista

Uma denúncia levou a Secretaria Estadual de Meio Ambiente a descobrir um desmatamento em uma área equivalente a cem campos de futebol, em Iguape, na região do Vale do Ribeira, ainda no litoral de São Paulo. Uma operação envolvendo 30 pessoas, entre policiais militares, fiscais da Coordenadoria de Fiscalização Ambiental e Técnicos da Cetesb, vistoriou o local nesta quarta-feira (9).

O grupo sobrevoou a área devastada, que fica às margens da rodovia Casimiro Teixeira, em Iguape. Foi uma denúncia que levou a secretaria do Meio Ambiente ao local. Com ajuda de imagens de satélite os ficais compararam como estava a área em 2010 e como está agora.

Segundo a secretaria de Estado do Meio Ambiente, o desmatamento começou em 2013 e aconteceu numa área de 700 mil metros quadrados. O número é equivalente a quase cem campos de futebol. Uma destruição que se intensificou nos últimos meses.

“Não é possível haver uma devastação dessa magnitude, cerca de 70 hectares, em pleno Estado de São Paulo, sem a conivencia da autoridade local. O que nós encontramos aqui não é uma mata em estágio inicial. São árvores de 5 metros de altura. Evidentemente há uma supressão irregular de mata”, disse o secretário de Meio Ambiente Ricardo Salles.

Facilitado – Ainda de acordo com a secretaria de Meio Ambiente, o responsável pela área desmatou um trecho maior que o autorizado pelo Estado. As árvores são derrubadas e queimadas. Segundo o secretário, essa é uma das maneiras de esconder o crime. Durante a fiscalização, a Polícia Militar Ambiental também constatou outras irregularidades, como a abertura de valas de drenagem no curso do rio.

Antes da operação, no entanto, a corregedoria da Polícia já estava investigando a postura de um tenente do policiamento ambiental, suspeito de não fiscalizar a área. “Nós abrimos uma sindicância para apurar se existe envolvimento, qual o grau de envolvimento e o que isso possa ter gerado para o serviço policial e, desde então, essa pessoa está afastada para que façamos a apuração com total isenção e liberdade da apuração”, falou o coronel e comandante da Polícia Ambiental Rogério de Oliveira Xavier.

Os responsáveis foram levados para delegacia e vão responder por crime ambiental. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5