Casos de dengue caem 76% no estado de São Paulo em 2016

No Dia Nacional de Combate ao Mosquito Aedes aegypti, a Secretaria Estadual da Saúde e da Educação realizaram eventos em escolas da Zona Oeste de São Paulo para conscientizar os alunos sobre a transmissão da dengue, zika vírus e chicungunya e como combater as doenças.

O evento contou com a presença do ministro de Ciência, Tecnologia e Comunicação, Gilberto Kassab; ministro da Justiça, Alexandre de Moraes; ministro da Educação, Mendonça Filho; o ministro das Relações Exteriores, José Serra; o governador Geraldo Alckmin e o secretário da Educação, José Roberto Nalini; e o secretário da Saúde, David Uip.

“O mutirão que foi feito desde o ano passado até agora fez com que São Paulo caísse 76% o número de casos de dengue no estado e 81% o número de mortes. Esse é um trabalho que não pode parar e hoje é o início do mutirão”, afirmou o governador.

Balanço da Secretaria da Saúde aponta que até 25 de novembro foram confirmados 159.969 casos da doença, contra 685.914 em 2015, uma queda de 76%. Já o número de mortes caiu de 488 em 2015 contra 94 neste ano, queda de 80%.

Neste ano foram confirmados 1030 casos de chicungunya, entre autóctones e importados. O zika vírus registrou 4.033 casos da doença em todo o estado.

Alckmin também informou que a vacina da dengue já está na última fase de testes antes da homologação da Anvisa.

“Enquanto não tem a vacina da dengue só tem um caminho que é o combate ao mosquito transmissor da doença”. De acordo com ele, a fábrica para a produção da vacina está quase pronta.

O secretário estadual da Saúde diz que a chegada do verão é preocupante. “Nós estamos muito preocupados. O verão é uma preocupação a cada ano com o aumento das chuvas”, ressaltou ele.

Desde janeiro, mais de 42 milhões de imóveis foram visitados por agentes de saúde em todo o estado. (Fonte: G1)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags